A Milessis foi fundada em 1997 e tem como filosofia de trabalho o atendimento às agências de viagens de todo o Brasil, com foco na qualidade de serviços, total suporte aos seus clientes e incansável qualificação de profissionais.

Siga-nos
GO UP
Image Alt

Turquia

Viagem para Turquia

“Todos os mistérios e riquezas da fronteira entre o Ocidente e o Oriente”

Se nos atrevêssemos a descrever o que seria a Turquia em uma única frase diríamos: Terra misteriosa, rica e de maravilhosos contrastes. A Turquia é como a dança dos “Derviches” que giram sem parar entrando em transe. Os visitantes entram em transe neste “Giro na Turquia” começando em Istambul, passando por Çanakkale (Tróia) e Izmir, passando depois por Éphesos, Pamukkale, Bodrum e Kusadasi, até chegar à Capadócia. É realmente uma dança, um giro um êxtase.

Nada mais fascinante que conhecer Istambul, a cidade dividida entre Ocidente e Oriente cortados pelo estreito de Bósforo. Não deixe de conhecer os Palácios de Dolmabahçe e Topkapı, o Hipódromo, a Mesquita Azul , a Hagia Sophia, o Grande Bazar e outros pontos turísticos maravilhosos. Alguns passeios turísticos merecem destaque como o Passeio de balão na Capadócia, a visita às piscinas naturais de calcário de Pamukkale, a Casa de Virgem Maria em Éphesos e as praias cor azul-tuquesa de Bodrum.
A Tuquia é única, especial, cativante e só valta você!

A Turquia é paradoxal e reserva inúmeras surpresas para seus visitantes. De um lado a cultura muçulmana e do outro a influência ocidental.

Estambul é a única cidade do mundo dividida em “Ocidente” e “Oriente” , sendo o Estreito de Bósforo o limite das duas partes. Apesar do laco “Ocidental” representar apenas 3% da área total da Turquia é muito importante e detém um acervo histórico fantástico. A combinação das duas faces deixam a cidade de Istambul misteriosa, exótica e fascinante.

O horizonte é enfeitado com os minaretes, palácios, mesquitas e colunas romanas. O Grande Bazer é uma atração à parte e os viajantes se sentem em uma verdadeira viagem no passado, onde o escambo fazia parte da vida. Deixar de negociar um preço melhor com o vendedor pode ser uma ofensa…. Porém Istambul não é só passado e hoje é uma cidade moderna como qualquer capital européia. Bares e restaurantes são um convite para o viajante aproveitar o melhor da cultura e culinárias turca.

Venha para Turquia e faça também parte desta história!

05 noites / 06 dias (01/04/19 – 31/10/19) Saídas: Todas…
6 Dias / 5 Noites
03 noites / 04 dias (16/03/19 – 31/10/19) Saídas: diárias…
4 Dias /3 Noites
Valores à partir de € 983,00 –  Locais visitados: Istambul…
8 Dias
Valores à partir de € 716,00 –  Locais visitados: Istambul,…
10 Dias
Valores a partir de € 278,00 –  Local visitado: Istambul…
4 Dias

Istambul

Istambul é uma das metrópoles mais visitadas da Europa. Suas igrejas, mesquitas, museus, palácios e muralhas encantam a todo tipo de viajante. Muitos roteiros para Istambul recomendam de 3 a 4 dias na cidade, mas confesso que até mesmo uma semana pode ser pouco para explorar todas as possibilidades, ainda mais por ser a única cidade do mundo que se divide em dois continentes.

Capadócia

A Capadócia, com suas cidades subterrâneas e formações geológicas únicas, resultado da ação vulcânica e erosão, é hoje em dia um dos destinos turísticos mais procurados do planeta. O voo de balão na Capadócia é o mais famoso e na minha opinião o mais lindo do mundo. Agenda com antecedência o passeio de balão pela Capadócia. E não é só o fato de estar num balão, o que é novidade para a grande maioria dos turistas, mas ver o sol nascendo num ambiente tão diferente, passando tão perto das rochas vulcânicas características da região, traz uma paz incrível e agrada até o mais exigente viajante. Vale muito a pena.

Balneário de Bodrum

Localizada na costa oeste da Turquia, a 460 quilômetros de Istambul, Bodrum é uma cidade litorânea de 30 mil habitantes banhada pelo Mar Egeu. Embora ainda desconhecido dos turistas brasileiros, o balneário é muito popular entre europeus, que buscam os ares mais quentes e os preços mais agradáveis do litoral da Turquia. A cidade de hoje foi construída sobre as ruínas da antiga Halicarnasso, famosa por abrigar uma das Sete Maravilhas do Mundo: o Mausoléu de Halicarnasso.

Palácio Topkapi

Construído nos anos 1400, logo após a conquista de Constantinopla pelos otomanos, este palácio foi a residência dos sultões governantes do império turco por mais de três séculos. Localizado sobre uma colina no hoje bairro turístico de Sultanahmet, ele se debruça sobre o estreito de Bósforo, logo atrás da Hagia Sofia. Transformado em museu, o palácio abriga diversas salas com exposições de relíquias religiosas, móveis, roupas, cerâmicas, pratarias e outros objetos de uso da família real. Mas o que torna o Topkapi uma atração imperdível é a sala do tesouro imperial e o harém. A primeira, onde não é permitido tirar fotos, abriga joias fabulosas, adereços de roupa e cabelo, adagas e espadas em ouro, prata e cravejados de pedras preciosas.

Mesquita Azul

Os seis minaretes deste belíssimo templo recortados contra o céu são um dos símbolos da Turquia. Localizada no bairro turístico de Sultanahmet, logo em frente à Hagia Sofia, a Mesquita Azul, ou Mesquita do Sultão Ahmed, foi construída pelo Império Otomano nos anos 1600 para rivalizar com a imensidão da Hagia Sofia, que foi durante muito tempo a maior igreja cristã do mundo. Além dos seis minaretes, a arquitetura do templo chama a atenção por suas inúmeras cúpulas, que podem ser melhor apreciadas dos terraços panorâmicos dos inúmeros restaurantes nos arredores. O ‘apelido’ de Mesquita Azul veio da cor dos azulejos e vitrais com os quais ela foi decorada. Por dentro, no entanto, predominam os tons de vermelho e dourado em meio ao gigantesco salão de orações, ornado com candelabros de tamanho monumental.

Terraços de Pamukkale

Lugar mais visitado entre todas as atrações da Turquia, seu nome significa ‘Castelo de Algodão’ e não poderia ser mais adequado. Embora pareça uma montanha nevada, Pamukkale é, na verdade, uma grande formação de rocha calcária que está localizada na cidade do mesmo nome, 650 quilômetros ao sul de Istambul. O ‘castelo’ se formou a partir de um evento geológico raro – há outro exemplar bem menor no México, chamado ‘Hierve el Agua’. Nele, o calor no subsolo provoca a saída de água com bicarbonato de cálcio, que depois se solidifica na forma de ‘piscinas’. Na medida em que elas vão enchendo, a água cai de uma para a outra, construindo assim uma série de terraços onde o líquido azul contrasta com o calcário branco.

Palácio Dolmabahçe

Embora não seja tão popular entre os turistas como o Palácio Topkapi, definitivamente é uma das atrações da Turquia que você não pode perder! Depois que o Topkapi foi aposentado, nos anos 1800, iniciou-se a construção de uma nova sede para o Império Otomano, desta vez no bairro de Besiktas, também às margens do Estreito de Bósforo mas bem distante do antecessor. Para se deslocar do bairro de Sultanahmet, onde a maioria dos turistas costuma de hospedar, até o palácio, basta pegar o tram Bagcilar – Kabatas. Considerado um dos palácios mais belos e luxuosos do mundo, o Dolmabahçe foi erguido todo em estilo europeu e custou aos cofres do sultão Abdulmecid I nada menos do que 35 toneladas de ouro. Outras 14 toneladas do precioso metal foram usadas para ornamentar o teto do palácio.

Balneário de Oludeniz

Muito popular entre quem salta de paraglider, este balneário da cidade de Fethiye é uma joia cercada de montanhas e banhada pelo Mar Egeu que poucos turistas já descobriram. Seus visitantes são, em sua maioria, jovens em busca da emoção de ver o mundo do alto ou casais de meia idade ingleses, atraídos não só pela beleza do lugar como pelos preços acessíveis (principalmente para quem ganha em libra). Além da praia principal, que é muito bonita e com água azul azul, existe uma segunda faixa litorânea em Oludeniz. Ela se chama Blue Lagoon e fica dentro da reserva nacional Oludeniz Tabiat Park, a apenas 10 minutos de caminhada do balneário. É preciso pagar uma entrada simbólica de 6 liras (US$ 1), um preço é irrisório diante da beleza do lugar. O parque é uma península, sendo que a ‘lagoon’ é a praia da direita, que fica voltada para o continente.

Ruínas de Ephesus

Ou ‘Efes’, em turco, é não apenas uma das atrações da Turquia que você não pode perder como uma das cidades greco-romanas mais bem preservadas no mundo todo. Grande centro de comércio da Antiguidade devido à importância do seu porto, Ephesus chegou a ser a segunda maior cidade do Império Romano, abrigando uma população de 250 mil pessoas. Marco Antônio e Cleópatra viveram no local durante um inverno, enquanto aguardavam para atacar a armada de Otaviano. Mas a grande estrela de Ephesus era o Templo de Ártemis, o maior da Antiguidade e uma das Sete Maravilhas do Mundo originais. O local dedicado à deusa da caça atraía peregrinos de todas as partes com a imponência de suas 120 colunas de mármore com mais de 20 metros de altura. Infelizmente, quase nada restou dele para ser visto (primeiro destruído por uma revolta cristã e, depois, por um terremoto), mas Ephesus está cheia de outras ruínas para admirar.

Hagia Sofia

A antiga Basílica de Santa Sofia foi, durante quase mil anos, o maior templo cristão em todo o mundo. Construída por volta do ano 500 para ser a catedral de Constantinopla, é considerada o auge da arquitetura do Império Bizantino, sendo que sua gigantesca cúpula segue impressionante mesmo nos dias de hoje. Com a queda de Constantinopla diante do Império Otomano, a Hagia Sofia foi decorada com minaretes e convertida em uma mesquita. Muitos dos mosaicos com figuras cristãs foram escondidos por pinturas e outros elementos de decoração islâmicos. Mas, no início do século XX, a Hagia Sofia deixou de ser um local consagrado a qualquer religião e foi transformada em museu. Alguns mosaicos já puderam ser recuperados e, hoje, a basílica é uma mescla única de símbolos cristãos e muçulmanos. No lugar do antigo altar há um nicho voltado para Meca e em seu topo existe um mosaico da Virgem com o Menino.

Cisterna da Basílica

Muitos turistas devem achar estranho ver entre a lista de atrações da Turquia que você não pode perder um local como um depósito de água. Mas, como tudo que foi construído nos anos de ouro do Império Bizantino, este não é um reservatório qualquer. Embora esteja localizada logo ao lado da Basílica de Santa Sofia, ou Hagia Sofia, não é por isso que ela é chamada de ‘Cisterna da Basílica’. O ‘apelido’ veio das gigantescas colunas que sustentam o reservatório, exatamente como se via nas igrejas dos primórdios do cristianismo. São nada menos do que 336 colunas de mármore retiradas de templos romanos, cujos nove metros de altura são a base de sustentação do teto em forma de arcos. O reservatório de água tem área de 10.000 metros quadrados e capacidade para 30 milhões de litros.

Idioma Oficial
Turco
Moeda
Lira turca
Hora Local
+5 horas
DDI
+90
Ligação a cobrar
Não é possível fazer ligações a cobrar para o Brasil. Use um cartão telefônico.
Informações turísticas
www.about-turkey.com
Melhor época
Visite a Turquia durante os meses de primavera e outono, quando as temperaturas são mais amenas e os preços, mais baixos. O verão, de julho a setembro, é quente, e o inverno, de dezembro a março, rigoroso. O país é muito vasto, por isso as estações variam muito de região para região.
Os Voos
Direto do Brasil Turkish Airlines Outras companhias aéreas que voam para Turquia Avianca Brasil Lufthansa Air Canada TAP Portugal British Airways Swiss Air France Qatar Airways Ethiopian Airlines KLM Air Europa Air China Emirates Royal Air Maroc Condor
Embaixada do Brasil
Resit Galip Caddesi, Ilkadim Sokak, 1, Gaziosmanpaza, 06700, 90312/448-1840, na capital Ankara
Visto
Não é necessário

Blog

kronosslot - Bodrum escort -

Slot siteleri