A Milessis foi fundada em 1997 e tem como filosofia de trabalho o atendimento às agências de viagens de todo o Brasil, com foco na qualidade de serviços, total suporte aos seus clientes e incansável qualificação de profissionais.

Siga-nos
GO UP
india

Índia

A exuberância e os contrastes

Viagem para Índia

Um país de diversidade, extremos, e diferenças culturais que gera estranheza e, ao mesmo tempo, encanta muitos brasileiros. Essa é a Índia, um destino não tão comum entre os viajantes, mas, com certeza, encantador e marcante para aqueles que o elegem.

Os contrastes já começam nas paisagens. Entre montanhas de picos nevados e praias, o que não faltam são belezas naturais para serem admiradas. Porém, não é só na natureza que os encantos permanecem. Entre templos, comércio, cidades e belíssimos hotéis, as construções humanas também garantem experiências exuberantes.

Como se sabe, a Índia é o país das religiões. São mais de 330 milhões de divindades, e várias religiões. Toda essa religiosidade, é claro, é latente na cultura indiana. A exuberante arquitetura, os diferentes costumes, vestimentas e modos de pensar e ver o mundo proporcionam experiências únicas para todos que entrarem em contato.

Conhecida como a “terra da pechincha”, a Índia também é um ótimo lugar para adquirir belíssimos produtos indianos. Entre eles é possível mencionar as pashiminas e os saris, elementos de vestuário típicos do local.

O país também é muito versátil para o tipo de viagem a ser escolhido. As inúmeras opções de estadia permitem uma viagem mais despojada, estilo “mochilão”, até as mais sofisticadas, nos belíssimos hotéis de luxo indianos.

Conheça a Índia e faça parte desta história!

Delhi – Jaipur – Agra – Delhi Abril a Setembro…
7 Dias / 6 Noites
Delhi – Agra – Jaipur – Jodhpur – Udaipur –…
12 Dias / 11 Noites
Delhi – Jaipur – Agra – Udaipur Abril a Setembro…
9 Dias / 8 Noites
Delhi – Jaipur – Agra – Orchha – Khajuraho –…
10 Dias / 9 Noites
Delhi – Jaipur – Agra – Orchha – Khajuraho –…
13 Dias / 12 Noites
Roteiro de 12 dias visitando as principais cidades do Rajastão…
12 Dias / 11 Noites
Valores à partir de $2.929 em DBL – Locais visitados:…
15 Dias

Taj Mahal

O mausoléu que o imperador mughal Shah Jahan construiu para sua terceira esposa – Mumtaz Mahal – é o mais belo monumento ao amor em que o homem já colocou os olhos. A perfeição de suas cúpulas e minaretes de mármore branco, que se erguem a 73 metros de altura contra o céu azul, é capaz de emocionar até mesmo quem até hoje só viu fotos do Taj Mahal. Eleito uma das Sete Maravilhas do Mundo Mundo Moderno, ele é de longe o patrimônio histórico mais bem preservado do país. Localizado em Agra, cidade a apenas 180 quilômetros de Nova Déli, é facilmente acessível de trem.

Rio Ganges

O Rio Ganges, ou Ganga como é chamado pelos indianos, é um dos maiores e mais poluídos cursos de água do mundo. Suas águas nascem entre as montanhas do Himalaia e percorrem uma jornada de 2.510 quilômetros até Bangladesh. Mas não é por sua grandiosidade – muito menos sujeira – que conhecê-lo é uma das 10 coisas imperdíveis o que fazer na Índia. Mas sim porque este é o rio sagrado dos indianos, o local que todos procuram para bençãos e, se possível, o descanso final. Alguns acreditam que uma vida não é completa sem um mergulho no Ganges pelo menos uma vez.

Hawa Mahal

Embora esteja localizado em meio a uma avenida movimentada e barulhenta do centro de Jaipur, a 270 quilômetros de Nova Déli, o Hawa Mahal é um dos cartões-postais mais representativos da Índia e da região do Rajastão. Sua fachada de arenito vermelho é pontilhada por centenas de minúsculas janelas, de onde as mulheres da corte podiam ver as ruas da Cidade Rosa sem serem vistas. Também chamado de ‘Palácio dos Ventos’, ele foi construído em 1799 pelo Marajá Sawai Pratap Singh.

Red Fort

Embora não se compare em beleza e preservação ao Agra Fort (Agra) ou ao Amber Fort (Jaipur), o Red Fort, em Nova Déli, não deixa de ser uma das 10 coisas imperdíveis o que fazer na Índia. Gigantesco e imponente, ele tem alguns séculos de história para contar. Foi sobre suas muralhas de arenito vermelho que a primeira bandeira da Índia como um país livre do Império Britânico foi erguida, em 1947. E esse gesto tem se repetido todos os anos desde então. Mas a história da fortaleza começa muito antes disso.

Baby Taj

‘Baby Taj’ é o apelido, digamos assim, da quase impronunciável Tumba de I’timād-ud-Daulah. Assim como o Taj Mahal, ela está localizada na cidade de Agra, a apenas 180 quilômetros de Nova Déli e facilmente acessível de trem. Este foi o primeiro ‘mausoléu jardim’ indiano construído totalmente em mármore branco, e não em arenito vermelho. O apelido vem da óbvia semelhança com o Taj Mahal, sendo uma miniatura da gigantesca tumba construída pelo imperador mughal Shah Jahan.

Jantar Mantar

Alguns brasileiros podem lembrar do observatório astronômico Jantar Mantar como parte das cenas iniciais da novela Caminho das Índias, da Rede Globo. Localizado no coração de Jaipur, é uma das inúmeras atrações turísticas da Cidade Rosa do Rajastão, a 270 quilômetros de Nova Déli. O Jantar Mantar é uma coleção de dezenove instrumentos arquitetônicos para observação astronômica construídos pelo Rei Sawai Jai Singh II em 1734. Entre eles o maior relógio solar de pedra do mundo. Feitos em madeira, pedra e bronze, eles permitem a observação de posições dos astros olho nu.

Amber Fort

O Amber Fort com certeza é o forte mais bonito da Índia, desbancando o Agra, o Red e outras fortalezas da região do Rajastão. Ele está localizado a 11 quilômetros do centro da cidade de Jaipur que, por sua vez, fica a 270 quilômetros da capital, Nova Déli. Erguido no topo de uma colina às margens do Lago Maota, o edifício ganhou as belas formas que exibe até os dias de hoje, em arenito vermelho e mármore branco, durante o reinado do Raja Man Singh, no século XVI. O forte é dividido em quatro sessões: na primeira, fica o Ganesh Pol, que é o impressionante portão de entrada para o palácio do forte. Na segunda, o destaque é a Diwan-i-Aam, uma plataforma encimada por 27 pilastras de onde o raja ouvia as petições públicas. Na terceira e mais bonita, estão o jardim climatizador e o famoso ‘Sheesh Mahal’, ou palácio dos espelhos. A quarta é a parte menos conservada do forte, e abriga apenas uma série de salas vazias onde ficavam os aposentos das mulheres da corte.

Cidade de Udaipur

A Cidade Branca, como Udaipur é chamada, é o lugar mais limpo e menos poluído da Índia turística e um dos poucos em que você pode caminhar pelas ruazinhas e olhar as vitrines quase sem ser importunado por vendedores ou pisar em bosta de vaca, esgoto e outros dejetos. Não há grandes atrações na cidade, localizada na região do Rajastão, a mais de 670 quilômetros de Nova Déli. O que a torna uma das 10 coisas imperdíveis o que fazer na Índia é o seu clima ‘ventos no cabelo’ à beira do Lago Pichola.

Tumba de Humayun

Localizada em na capital indiana, Nova Déli, a tumba é o lugar do descanso final do imperador Humayun, membro da dinastia árabe Mughal, uma das mais célebres a governar a Índia. O belíssimo edifício foi o primeiro ‘mausoléu jardim’ do país, onde muitos mais seriam construídos depois, inclusive o Taj Mahal. A tumba de arenito vermelho e cúpulas brancas foi encomendada pela viúva de Humayun, a imperatriz Bega Begam, em 1565.

Agra Fort

Embora seja muitas vezes ofuscado e até mesmo ignorado diante da fama do vizinho Taj Mahal, o Agra Fort com certeza só perde para ele a primeira posição entre as 10 coisas imperdíveis o que fazer na Índia. Localizado em Agra, cidade a apenas 180 quilômetros de Nova Déli e facilmente acessível de trem, este imenso bastião de defesa ocupa uma área de nada menos do que 380.000 metros quadrados. Apenas uma parte dele é aberto ao turismo, já que ainda é utilizado pelo Exército indiano. Mas é preciso até agradecer por isso, se não seria uma visita muito, mas muito longa.

Montanhas

Uma grande parte do Himalaia, a mais alta cadeia montanhosa do mundo, está localizada na Índia. Ladakh, Kashmir (Caxemira), Sikkim, e várias outras regiões montanhosas estão cheias de vistas incríveis. Há outras cadeias montanhosas menores no oeste e leste da Índia – os Western Ghats e os Eastern Ghats – que também abrigam muitas paisagens lindas que atraem turistas.

Idioma Oficial
Hindi, inglês e mais 21 línguas
Moeda
Rúpias indianas
Hora Local
UTC+05:30 8 horas e 30 minutos a mais do que o Brasil
DDI
+91
Ligação a cobrar
-
Informações turísticas
https://incredibleindia.org/ http://www.visitindia.com/
Melhor época
A melhor época é entre novembro e abril, o inverno indiano. Esse período é frio no norte e quente no sul, e a probabilidade de chuvas é menor.
Os Voos
Não há vôos diretos do Brasil para a Índia. As companhias aéreas que voam para o país são: Emirates, British Airways, Air France, Qatar Airways, Lufthansa, KLM, Ethiopian Airlines, Alitalia, SWISS, United, Turkish Airlines, Air Canada e Air Chine.
Embaixada do Brasil
8, Dr. APJ Abdul Kalam Road New Delhi – 110011 India
Visto
Visto exigido para brasileiros. Mais informações em: http://indianembassy.org.br/servicos-consulares/vistos/

Blog

kronosslot - Bodrum escort -

Slot siteleri